SENTE-SE À MESA COM CRISTO


SENTE-SE À MESA COM CRISTO

Marcos 2. 13-17*

“Passando por ali, viu Levi, filho de Alfeu, sentado na coletoria, e disse-lhe: Siga-me. Levi levantou-se e o seguiu” (v. 14)


Outro convidado de Jesus era Levi, um coletor de impostos. Ele era rico e instruído, alguém de classe e educação muitos diferentes dos pescadores. Eles nunca teriam se conhecido, não fosse por Cristo. Pela lógica humana, é uma absurda falta de estratégia recrutar um bando de gente desconjuntada e esperar que dali saia algo que preste.

Por isso é intrigante o que Jesus fez com seus discípulos: não só os uniu, mas os fez eficientes; tanto que sua influência dura até hoje. E o segredo dessa união é eficiência nos é revelado por causa de um simples almoço na casa de Levi.

Refeições sempre são momentos nos quais a intimidade se desenvolve. Quando Jesus senta junto com seus seguidores, um relacionamento de mão dupla se desenvolve. De um lado, os discípulos podem conhecer o Mestre, não apenas nos seus ensinamentos, mas na sua conduta e intimidade. Conhecem o Cristo como pessoa, amigo e parceiro. Do outro lado, Cristo sonda e trabalha nos corações e mentes dos seus seguidores, ensinando e moldando-os à Sua imagem.

A parti daí, Cristo passa a ser a motivação e o foco, e não há desarranjo mudando que impeça o bom relacionamento dos seguidores. Ricos e pobres, instruídos e iletrados, populares e anônimos partilham da mesma mesa e da mesma posição; e todos compartilham de si uns com os outros.

Jesus nos chama para segui-lo, mas não de maneira solitária. Dizer “sim” sem permitir que Ele seja o foco gera desarmonia e ineficiência. Bons discípulos almoçam mais com seu Mestre e menos com suas vaidades.

Vamos orar:

“Que haja Intimidade entre nós, Senhor, a ponto de que eu diminua e Tu cresças em mim”

Rúben Benjamim Thiem

*E tornou a sair para o mar, e toda a multidão ia ter com ele, e ele os ensinava.
E, passando, viu Levi, filho de Alfeu, sentado na alfândega, e disse-lhe: Segue-me. E, levantando-se, o seguiu.
E aconteceu que, estando sentado à mesa em casa deste, também estavam sentados à mesa com Jesus e seus discípulos muitos publicanos e pecadores; porque eram muitos, e o tinham seguido.
E os escribas e fariseus, vendo-o comer com os publicanos e pecadores, disseram aos seus discípulos: Por que come e bebe ele com os publicanos e pecadores?
E Jesus, tendo ouvido isto, disse-lhes: Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento.

O.F. 01-02-11

Comentário